História

A CAMARJ foi fundada em 11 de novembro de 1981 e teve como seu primeiro Presidente o Defensor Público, Dr. Manoel de Brito Varela, eleito em 17 de novembro de 1981 para um mandato de quatro anos. Foi o primeiro dirigente da Caixa a ser votado por seus próprios colegas, ao contrário da rotina dominante na época, quando até mesmo o Chefe Institucional era indicado para o cargo pelo Governador do Estado.

A partir de uma pequena sala alugada e de uma forte determinação para realizar, aliada a uma vocação natural para vencer desafios, teve início a construção, passo a passo, de um modelo empresarial bem sucedido, que hoje possui uma Sede Social própria com duzentos e cinqüenta metros quadrados, no Centro do Rio de Janeiro e, ainda, outros imóveis.

Ao longo dos seus trinta anos, a CAMARJ superou, gradativamente, a inércia e a burocracia que costumam caracterizar os planos assistenciais de saúde e conquistou o respeito e a credibilidade dos seus associados e credenciados, proporcionando um atendimento médico-hospitalar ágil, personalizado e garantido por critérios de excelência e de honra aos compromissos contratuais.

Graças ao empenho de todos, à seriedade no trabalho, à visão empresarial e à coragem para vencer desafios, é que a CAMARJ conseguiu superar a sucessão de crises que se abateram sobre ela. Sua atual estabilidade foi conquistada através de uma bem articulada estratégia de controle e acompanhamento, que começa com o envolvimento direto da Presidência da CAMARJ, que coordena e fiscaliza, diretamente, o bom andamento dos serviços prestados a cada associado. Com a implantação de um Plano Básico de Assistência Médica, diferenciado do anterior, na qualidade e na prestação dos serviços, tudo dentro das possibilidades financeiras da nova realidade econômica da Caixa, além de uma eficaz Coordenadoria Médica, é que a CAMARJ pôde ultrapassar as dificuldades e retomar sua trajetória de sucesso e eficiência.